CLIQUE PARA OUVIR
Agora ao Vivo
MUSICA E INFORMAÇÃO
BAIXE NOSSO APLICATIVO:

Coluna Escrito nas Estrelas: Na dúvida, faça. Na dúvida, viva!

Por: Emanuela de Sousa
schedule sábado, 02/12/2023 as 20:12

Semana passada eu havia comentado por aqui sobre o evento trágico que ocorreu no show da Taylor Swift. Essa semana, o assunto voltou a ser comentado quando uma foto da cantora apareceu ao lado da família da jovem Ana Benevides.

A equipe da cantora convidou a família para seu show em São Paulo, como um gesto de solidariedade e manteve contato com a família durante toda a semana. A internet é claro, não perdoou, comentaram de forma pejorativa, distribuindo comentários maldosos em relação à  cantora como a chamando de oportunista para escapar da má imagem que ficou no Brasil. Acompanhando apenas pensei, e escrevi numa rede social: “Na dúvida, faça. Vão te criticar de todo jeito”.

Imagine se essa mesma situação fosse o inverso, certamente muitas pessoas iriam criticá-la pelo mesmo motivo, alegando que a mesma mostraria uma postura fria e de incongruência,  já que não é essa a mensagem que Taylor passa em suas composições. Muito bem, no final foi divulgado que a mesma ofereceu suporte à família, e mesmo assim saiu com diversos “hatters”. Imagine nós, o que devem falar por aí às nossas costas.

As pessoas vão sempre procurar nos criticar de alguma forma, estão prontos para apontar o que elas mesmo seriam incapazes de fazer. Há um estudo na psicologia em que Freud chama de projeção, quando um indivíduo aponta no outro características que na  são vistas nele. Acredite que boa parte das pessoas que criticam as atitudes vindo de uma artista, neste caso,  bilionária e de grande sucesso, são na verdade críticas vindo de seus próprios comportamentos.

Em tese, olhando essa situação, perceba que nós errantes, muitas vezes nos aprisionamos em críticas, comentários nocivos, vindo de pessoas que não constroem nem mesmo o próprio castelo delas. Hoje em dia é bem mais fácil acontecer devido aos ataques de ódio gratuito na internet, o cyberbullying também e tantas outras formas que a internet faz que facilmente podemos acabar nos fechando e caindo em armadilhas.

Acaba que podemos nos encolhermos em pequenas redomas, deixando de lado o que temos vontade pelo medo de sermos apedrejados. Se não fizermos, a crítica virá em forma de conselho pelos mais chegados: “mas você deveria ter feito isso!” Se fizer, acredite que a mesma virá com novas formas de apontar os dedos em sua direção. Não temos como agradar a todos, quem dirá a internet que vive por cima de um muro de julgamentos.

A dica que essas situações que passam debaixo do nosso nariz, é a mesma que escrevi: não deixe de fazer nada, as críticas e elogios pela sua ação virão, independente de suas atitudes. Feliz é quem vive longe dos comentários.

 

Na dúvida, apenas faça e seja feliz.

Compartilhe:
Facebook Twitter Whatsapp

Notícias + Acessadas